Polícia

Polícia Civil aguarda laudo de perícia para concluir caso de estupro no Francês

A Polícia Civil aguarda o resultado da perícia realizada na adolescente, supostamente vítima de um estupro na Praia do Francês no último dia 16. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) deverá concluir se indicia ou não o suspeito do estupro, um homem identificado apenas como Adriano.

Na ocasião, além do estupro, a jovem teve uma espécie de ácido injetado em sua genitália, o que levou a adolescente ter uma forte hemorragia e ser encaminhada às pressas para o Hospital Geral do Estado (HGE).

ENTENDA O CASO

A mãe da menor, identificada como Madalena, denunciou o estupro a uma emissora de TV da capital. Além de cometer o abuso sexual, o acusado ainda teria injetado um líquido em sua genitália, o que provocou uma hemorragia de grande proporção. Ela foi socorrida e levada para o HGE.

Segundo Madalena, sua filha e uma neta – também de 15 anos – teriam marcado um encontro com um casal –  Letícia e Adriano – na quinta-feira (16). Elas saíram de casa, no povoado Massagueira, informando que iriam para a escola, mas não chegaram a assistir aula.

A neta, por sua vez, revelou que, ao chegarem ao local onde haviam marcado o encontro, ficou com Letícia, enquanto a filha foi para outro lugar, acompanhada de Adriano. Foi neste local onde ela acabou sendo abusada sexualmente.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *