Polícia

Terceiro candidato passa mal no teste físico de concurso da PM do Maranhão

Após duas mortes no Teste de Aptidão Física (TAF), mais um candidato passou mal e está internado em um hospital em São Luís-MA. Ele foi identificado como Paulo Emílio de Melo R. Costa, de 28 anos, que é dentista e natural do Piauí, foi levado às pressas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Itaqui-Bacanga e depois transferido para o hospital Carlos Macieira, onde está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo informações o Imirante, o jovem teve uma crise de vômito e foi atendido por equipes médicas no local. Ele voltou para pista para concluir o teste. O TAF está sendo realizado no Núcleo de Esportes da Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Esse é o terceiro caso registrado durante o Teste de Aptidão Física que se iniciou no sábado (27), e finalizou no último domingo (4). A quarta fase será exame psicotécnico e a última, investigação social.

A primeira vítima foi Daniele Nunes Silva, que morreu na semana passada, quando sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC), durante o TAF. Ela ainda chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bacanga.

Daniele Nunes era prestadora de serviços na Delegacia de Barra do Corda, e segundo o delegado regional da cidade ela estava bem feliz por ter passado para fase de TAF do concurso. “Era uma jovem amada e querida por todos. Ela estava muito feliz e era o sonho dela. Muita comoção aqui na delegacia”, lamentou Renilton.

Já na madrugada do último sábado (3), o cirurgião-dentista Marcone Ferreira Cordeiro, de 29 anos, passou mal e morreu durante o TAF. A vítima chegou a ser levada para UPA do Bacanga, mas não resistiu.

Marcone Ferreira Cordeiro, de 29 anos, era cirurgião-dentista e concorria a uma das vagas de nível superior. Ele sofreu uma trombose venosa profunda.

Fonte: O IMIRANTE
Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *